O audiograma

O audiograma usado por audiologistas é um diagrama que mapeia e ilustra a sua capacidade auditiva. Mais do que mostrar se uma pessoa sofre de perda auditiva, ele consegue identificar o tipo e o grau desta perda. Por meio da análise do audiograma será possível selecionar a solução auditiva mais adequada para cada paciente.

Visualização da perda auditiva

O audiograma é um exame que dispõe, em formato de gráfico, os sons mais suaves que alguém pode perceber em determinadas frequências. Sons agudos como o de um pássaro cantando ou uma criança gritando, têm uma frequência alta. Sons de baixa frequência são mais graves, como de um cão latindo ou o som de um cortador de grama, por exemplo.

Durante este exame, o profissional de saúde auditiva emite os tons diferentes, uma frequência por vez. O som mais baixo que uma pessoa consegue ouvir em cada frequência é marcado no audiograma. Veja abaixo onde todos os sons devem estar no audiograma.

Na parte superior, é mostrada uma faixa de frequências sonoras. À medida que você se move da esquerda para a direita no audiograma, as frequências aumentam, o que significa que os tons ficam mais agudos. No lado esquerdo do audiograma, a intensidade de um sinal sonoro é representada. À medida que se move de cima para baixo no audiograma, a intensidade aumenta.

Audição normal

Com uma audição normal, você deve ser capaz de ouvir os sons mais suaves, como uma torneira pingando ou pássaros cantando, sem nenhuma dificuldade. Esses sons têm uma intensidade sonora aproximada de 0 a 20 decibéis (dB).

O que você deveria estar ouvindo
Audiograma mostrando uma audição normal

Perda auditiva leve

Com perda auditiva leve, você não consegue ouvir sons mais baixos do que 21 a 40 dB. Nesse nível, você consegue ouvir a voz de uma pessoa, que tem em torno de 65 dB, mas não ouve sons mais baixos, como o tique-taque de um relógio, uma torneira gotejando ou os sons mais suaves da fala.

O que você deveria estar ouvindo
O que alguém com perda auditiva leve ouve
Audiograma mostrando perda auditiva leve

Perda auditiva moderada

Com perda auditiva moderada, você não consegue ouvir sons mais baixos do que 41 a 70 dB. Isto significa que você pode ser incapaz de compreender uma conversação normal ou ouvir o toque de um telefone. Uma perda auditiva moderada, se não tratada, pode afetar sua vida diária de modo significativo.

O que você deveria estar ouvindo
O que alguém com perda auditiva moderada ouve
 
Audiograma mostrando perda auditiva moderada

Perda auditiva severa

Com perda auditiva severa, você não consegue ouvir sons mais baixos do que 71 a 90 dB. Isto significa que você não consegue ouvir sons como em uma conversa alta ou ruídos de trânsito. A perda auditiva severa sempre terá grande impacto na vida diária de uma pessoa.

O que você deveria estar ouvindo
O que ouve uma pessoa com perda de audição severa
 
Audiograma mostrando perda auditiva severa

Perda auditiva profunda

A perda auditiva profunda é o grau mais significativo de perda auditiva. Com perda auditiva profunda você não consegue ouvir sons mais baixos do que 91 a 120 dB ou mais. Isto significa que você pode ser incapaz de ouvir até sons muito altos, como turbina de aviões, caminhões descendo a rua ou alarmes de incêndio.

O que você deveria estar ouvindo
O que ouve alguém com perda auditiva profunda
 
Audiograma mostrando perda auditiva profunda