Tipos de Perda Auditiva

Perda Auditiva Condutiva

Qualquer problema no ouvido externo ou médio que impeça que o som seja conduzido de forma adequada é conhecido como uma perda auditiva condutiva. Perdas auditivas condutivas são geralmente de grau leve ou moderado, variando de 25 a 65 decibel.

Em alguns casos, a perda auditiva condutiva pode ser temporária. Dependendo da causa do problema, medicação ou cirurgia podem ajudar. Os casos de perda auditiva condutiva podem ser tratados com o uso do aparelho auditivo ou com implante de ouvido médio.

Perda Auditiva Sensorioneural

A perda auditiva sensorioneural resulta da falta ou dano de células sensoriais (células ciliadas) na cóclea e geralmente é permanente. Também conhecido como "surdez neural", a perda auditiva sensorioneural pode ser de grau leve, moderada, severa ou profunda.

Perda auditiva sensorioneural de grau leve a severa pode sempre ser tratada com aparelhos auditivos ou implante de orelha média. Implantes Cocleares são soluções para perda auditiva severa ou profunda.

Algumas pessoas têm perda auditiva sensorioneural apenas em alta freqüência, também conhecida como surdez parcial. Nestes casos, apenas as células ciliadas da base da cóclea estão danificadas. Na parte interna da cóclea, o ápice, as células ciliadas que são responsáveis pelo tratamento dos tons baixos ainda estão intactas. A Estimulação Eletroacústica ou EAS, foi desenvolvida especificamente para esses casos.

Perda Auditiva Mista

A perda auditiva mista é uma combinação de uma perda auditiva sensorioneural e condutiva. É o resultado de problemas em ambos os ouvidos: interno e externo ou médio. As opções de tratamento podem incluir medicamentos, cirurgia, aparelhos auditivos ou implantes auditivos de ouvido médio.

Perda Auditiva Neural

Um problema que resulta da ausência ou dano ao nervo auditivo pode causar uma perda auditiva neural. A perda auditiva neural é geralmente profunda e permanente.

Aparelhos auditivos e implantes cocleares não podem ajudar, porque o nervo não é capaz de transmitir informações sonoras para o cérebro.

Em alguns casos, um Implante Auditivo de Tronco Cerebral (ABI) pode ser uma opção terapêutica.

© 2013 MED-EL