Elodie, 5 anos

“A vida de nossa filha ficou muito mais fácil com o VIBRANT SOUNDBRIDGE”

Quando Elodie nasceu, informaram-me quase de imediato que ela não possuía um pavilhão auricular. Depois dos  exames que se seguiram, constatou-se que sofria de atresia do canal do ouvido combinada com perda auditiva. Inicialmente Elodie recebeu uma bandana de condução óssea para compensar a perda auditiva. Mas a bandana não se mostrou prática, pois não ficava no lugar quando Elodie praticava esportes.

Por meio de contatos com outras famílias afetadas e uma conversa com um cirurgião e otorrinolaringologista em Munique, tomamos conhecimento do SOUNDBRIDGE. Porém a decisão por um implante não foi fácil.

Mas no momento em que seu sistema foi ativado, percebemos ter tomado a decisão certa. Na primeira vez em que o processador de áudio foi colocado em sua cabeça, ela apenas continuou brincando com a maior naturalidade. Mas assim que ela pensou que ninguém a estivesse observando, estendeu suas mãos na mesa e começou a tamborilar a madeira com a ponta das unhas . Sabíamos que ela estava ouvindo esses pequenos sons.

Aquele foi o SEU momento e nós, como pais, sentimos uma enorme satisfação.

Desde o implante muitas coisas mudaram para Elodie: sua pronúncia, vocabulário e mesmo a gramática melhoraram drasticamente. Ela se tornou mais confiante e pode se concentrar com mais facilidade. Sua capacidade de reagir ao tráfego na rua melhorou muito, pois pode ouvir carros a distância e perceber de onde vêm.**

A vida de nossa filha se tornou tão mais fácil com o SOUNDBRIDGE. Ela pode praticar esportes sem se preocupar se a bandana de condução óssea se deslocou do lugar. A prática de esportes a deixa muito feliz. Ela até exibe sua cicatriz para os coleguinhas, pois se sente orgulhosa da própria coragem.
 
 

© 2017 MED-EL