FineHearing:
Os Pequenos Detalhes
do Som Ao Vivo

Uma estratégia é um plano com um destino claro. Com os implantes cocleares, "ir daqui para lá" significa criar o modelo mais eficaz de conversão de som em sinais elétricos que o cérebro pode entender.

Durante anos, as estratégias de codificação eram capazes de representar apenas uma parte do som, conhecido como o "envelope", enquanto melhorias da "estrutura fina" do som eram limitadas pelos avanços tecnológicos. FineHearing ™ da MED-EL supera estas limitações.
A utilização do "envelope" para o desenvolvimento do implante permite a maioria dos usuários alcançarem bons níveis de compreensão da fala em ambientes silenciosos. 1 Infelizmente, concentrar-se apenas na parte do envelope do som, não pode fornecer melhores resultados para tarefas mais complexas de audição.

Sem as informações de estrutura fina, que dá a cada som qualidade própria e única (por exemplo, freqüência musical), usuários de implante coclear frequentemente relatam dificuldades em apreciar música, e focar a fala em ambientes ruidosos.2 Configurações especiais para determinadas situações, tais como audição focada, músicas ou sons suaves não têm sido uma solução eficaz e conveniente. Além disso, as línguas que dependem em grande parte de mudanças no timbre, ou no tom da linguagem, como o chinês mandarim, também tem sido particularmente difíceis para usuários de implante coclear..

Elementos do Som

Envelope

O envelope é a forma mais alta do contorno do sinal do som e é essencial para a compreensão da fala.

 
 

Estrutura Fina

A estrutura fina contém os detalhes sutis de um sinal sonoro e reforça freqüência e som de qualidade.

Estudos demonstram que a estrutura fina é o portador da principal informação para a música e localização sonora. Com a tecnologia FineHearing e Cobertura Coclear Completa, os usuários podem se beneficiar com a codificação do som que representa as duas partes do som, o envelope e a estrutura fina. Ao contrário do processamento de som tradicional, o MAESTRO usa um algoritmo altamente avançado, conhecido como Hilbert Transform, para fornecer um processamento de sinal digital de alta definição que se aproxima melhor da forma geral, ou envelope, de um som de entrada com um alto grau de precisão. Além disso, pulsos elétricos especiais são apresentados ao ápice da cóclea, utilizando uma forma de pulso único que carrega a informação de tom e de qualidade. Desta forma, a estrutura fina do som é também apresentada com grande precisão para fornecer uma qualidade do som sem precedentes.

O Processamento de Estrutura Fina, uma implementação da tecnologia FineHearing da MED-EL, oferece aos usuários um novo nível de qualidade do som,3 especialmente quando se escuta música, oferecendo informações sonoras do envelope e da estrutura fina.
  1. Helms J. Comparison of the TEMPO+ ear-level speech processor and the CIS PRO+ body-worn processor in adult MED-EL cochlear implant users. ORL Head Neck Surg 2001; 63: 31-40.
  2. Nopp P, Polak M. From electric acoustic stimulation to improved sound coding in cochlear implants. Accepted for publication in: van de Heyning P (ed), Cochlear Implant and Hearing Preservation, Karger.
  3. Smith et al. Chimaeric sounds reveal dichotomies in auditory perception. Nature; 2002; 416: 87-90.

© 2017 MED-EL